Técnica usa estimulação magnética para interromper vício em cocaína

Pesquisadores italianos estão utilizando a Estimulação Magnética Transcraniana (EMT), uma técnica que permite atingir o cérebro através de uma corrente elétrica, induzida por pulsos magnéticos, para tratar dependentes de cocaína. O método não é invasivo, é indolor, e já é utilizado no tratamento de casos de depressão e esquizofrenia.

Como funciona?
Em viciados, as áreas do córtex pré-frontal, que normalmente "se acendem" com a atividade, permanecem "escuras" na ausência da droga, o que os pesquisadores chamam de hipoatividade. O vício parece estabelecer padrões de alertas no cérebro que obrigam as pessoas a procurar compulsivamente a droga. A aplicação da EMT poderia interromper esses padrões.

Testes
Em testes com ratos dependentes de cocaína, os pesquisadores notaram que os animais continuavam procurando a droga, mesmo depois de perceberem que a busca resultava em choques elétricos em seus pés. Quando os pesquisadores usaram a estimulação magnética transcraniana, os roedores perderam o interesse pela droga.

Com humanos, a idéia é criar um efeito semelhante, usando ímãs para segmentar uma área do cérebro chamada de córtex pré-frontal dorsolateral. Na segunda etapa das experiências 29 pacientes viciados foram divididos em 2 grupos: o primeiro, com 16 pessoas, recebeu as estimulações e o segundo contou apenas com os tratamentos comuns.

Os médicos monitoraram os efeitos da terapia usando exame de urina para testar se os pacientes estavam usando cocaína e pediram que eles avaliassem seus desejos, em uma escala de 1 a 10.
Dos 16, 11 mantiveram-se sóbrios e não apresentaram nenhuma recaída. Entre o segundo grupo, o número de usuários sóbrios foi de 3.

"A melhora do paciente é muito grande. Esse é um primeiro passo extremamente importante para a abertura de um tratamento neurobiológico para o vício em cocaína. Até agora, não temos nada até agora para ajudar a tratar viciados em cocaína, além de terapia cognitivo e apoio psicológico", explica Antonello Bonci, diretor científico do programa de pesquisa.

Via Technology Review

 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ