Tecnologia de carregamento sem fio a distância já próxima da realidade

A Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos EUA deu parecer favorável limitado para a Ossia sobre o fornecimento de energia por ondas de rádio

Clara Guimarães, editado por Renato Santino 27/06/2019 15h30
Ossia- carregador sem fio
A A A

O Olhar Digital já falou sobre alguns dos projetos da Ossia, uma empresa que promete eletricidade sem fio que permite carregar objetos como um celular sem precisar deixá-lo sober uma base. Agora a empresa obteve uma pequena vitória para tirar seu projeto do papel: o FCC (a Comissão Federal de Comunicações, órgão equivalente à Anatel dos EUA) deu autorização para que a empresa use sua tecnologia, mas apenas em ambientes empresariais e industriais e  a uma distância máxima de até 1 metro.


A tecnologia de recarga sem fio da Ossia se chama Cota e é composta de duas partes: um transmissor e um receptor. A transmissão é feita por ondas de rádio na frequência de 2,4 GHz, a mesma das redes Wi-Fi. O receptor faz a função de converter essas ondas em energia para carregar os dispositivos. Ainda não há celulares equipados para isso, mas já há capinhas como a Spigen Forever Sleeve que fazem essa função. A tecnologia também já foi aplicada a pilhas que poderiam funcionar de forma "eterna", carregando-se permanentemente pelo ar. A ideia da empresa é que em algum momento as baterias se tornem desnecessárias, e que os próprios dispositivos se carreguem sozinhos.

A tecnologia também pode ajudar com gadgets, como os sensores da Internet das Coisas (IoT) e, de fato, a certificação da FCC cobre esses usos. No entanto, a regulamentação limita o fornecimento a uma potência máxima de 1 Watt. Isso é bem mais baixo do que os carregadores de celulares comuns oferecem, mas pode ser suficiente para, pelo menos, manter a bateria de um dispositivo carregada durante o uso.

Embora os limites da FCC sejam significativos, a empresa afirma que a aprovação da agência é um passo para levar a tecnologia também aos consumidores. "A Ossia imagina um mundo movido a eletricidade sem fios: sem baterias ou bases, que funcionem como o Wi-Fi", disse a empresa em comunicado. "Esta certificação é o primeiro passo em direção a esse futuro".

Mas o trabalho está demorando mais do que o esperado. Em 2017, a Ossia pretendia lançar produtos de consumo em 2018. Agora, os produtos comerciais devem chegar em 2020. Mas a empresa não tem intenções de desistir. "Ossia está atualmente trabalhando em várias submissões futuras para a FCC, incluindo casos de uso do consumidor", disse a empresa. Também está trabalhando na aprovação regulatória em outros países.

Via: CNET

Celulares carregador carregamento sem fio
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você