beleza tech

As tendências tecnológicas do mundo da beleza e dos cosméticos

Maria Dourado, editado por Cesar Schaeffer 13/07/2019 12h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

De R$25 a R$3.490, produtos já usam tecnologias avançadas como inteligência artificial e realidade aumentada

Engana-se quem acha que o mundo da beleza dos comésticos não está profundamente relacionado com a tecnologia. Seja para a criação de materiais que permitam o fim dos testes em animais, desenvolvimento de novos produtos que dão mais autonomia ao usário ou para ostentação de poder aquisitivo, as colaborações tecnológicas estão presentes quando o assunto é beleza. Traduzindo em números, o setor de estética e beleza no Brasil movimentou mais de R$ 47,5 bilhões e tem previsão de crescimento de 1,5% a 2% para 2019 em comparação com o ano passado. 


Dentre as tendências tecnológias desse setor no momento, selecionamos alguns exemplos de como a tecnologia atua e torna os produtos ainda mais atrativos. 

O que é isso?

Reprodução

Fabricado pela empresa de beauty-tech sueca FOREO, este massageador facial eletrônico (foto acima) produz pulsações T-Sonic (patenteadas pela empresa), que, a grosso modo, são leves vibrações. O destaque está nos dois sensores de ouro 24 quilates no verso do aparelho. Eles são responsáveis por analisar os níveis de hidratação do rosto.

Usando inteligência artificial, os resultados captados são enviados diretamente para o aplicativo "FOREO For You". Para isso, é necessário parear o dispositivo com um smartphone ou tablet via Bluetooth. O app atribui uma nota para a pele do usuário. Além disso, faz também recomendações para uma rotina de limpeza personalizada, com duração de um minuto.

Reprodução

Disponível para Google Play e Apple Store, o aplicativo também reúne informações como fatores climáticos, dieta e consumo de água para criar um perfil único para cada consumidor. 

O preço é salgado — padrão dos produtos da marca. Para ter essa esponja inteligente, é preciso desembolsar R$ 500.

 

Não é o que parece

A Hairmax Laser Band 82 é uma tiara — não muito agradável aos olhos — destinada a quem tem alopecia (calvície) e similares. Ela promete nutrir o couro cabeludo graças aos seus 82 módulos laser.

Reprodução

Segundo seus fabricantes, os pulsos de laser aumentam o fluxo sanguíneo das áreas irradiadas, levando mais oxigênio e nutrientes aos folículos. O aparelho ainda ativa as defesas antioxidantes e acelera a eliminação de resíduos.

Reprodução

A promessa de seus desenvolvedores é estimular o crescimento natural do cabelo com maior densidade, força e vitalidade.

Porém, se você achou o produto anterior caro, a Laserband mostra que tudo é uma questão de referência. Para ter essa tiara cheia de dentes em casa, é necessário estar disposto a pagar R$3.490.

Dentes mais brancos

Se você passar alguns minutos rolando a aba de busca do Instagram, provavelmente verá algo relacionado a clareamento dental feito em casa. A febre desse tipo de produto deu-se pela facilidade de encontrá-lo, usá-lo e pelo seu preço mais acessível — muito mais que os clareamentos convencionais feitos em consultório.

Reprodução

Basicamente, o procedimento consiste em aplicar o gel clareador — geralmente composto de peróxido de hidrogênio e peróxido de carbamida — e submetê-lo a luz LED, para que a substância penetre nos dentes.

 Existem diversas marcas no mercado que fabricam esses kits, que vêm com o gel e um emissor de luz LED. Os preços variam entre R$100 e R$200.

É importante ressaltar que mesmo um clareamento feito com um dentista pode causar dor, sensibilidade, manchas e irritação. Sendo assim, submeter-se a um procedimento caseiro sem acompanhamento profissional é ainda mais arriscado. Cuidado!

Autoajustável à pele

Bases, como o nome sugere, são utilizadas em maquiagem para uniformizar a pele. Sendo assim, variam conforme a cor de pele da pessoa que está sendo maquiada. Entretanto, o produto fabricado pela TLM, marca de cosméticos, é branco e promete adaptar-se à pele do seu usuário.

Reprodução

Basta colocar um pouco do creme branco na pele, espalhá-lo e pronto. Ele começa a adquirir o seu tom de pele.

Ni'Kita Wilson, especialista na área, explica que o produto usa uma tecnologia conhecida no mundo da química como pigmentos encapsulados. "Conforme você esfrega o produto na pele, as cápsulas quebram e a cor muda", explica o químico cosmético Perry Romanowski.

De acordo com Kelly Dobos, especialista em formulação de maquiagem, que trabalha ao lado de Romanowski, essas cápsulas geralmente têm menos de 100 micrômetros de tamanho — utilize como referência a largura do fio de cabelo humano, que mede entre 20 e 200 micrômetros). Ainda segundo ele, há quatro pigmentos principais usados para criar diferentes tons de pele: dióxido de titânio, óxido de ferro vermelho, óxido de ferro amarelo e óxidos de ferro preto. "Pequenas partículas de mica ou mica sintética [grupo de minerais] também estão incluídas em algumas cápsulas de pigmento para aumentar a radiância [quantidade de luz absorvida e emitida] e dar alguns efeitos ópticos", acrescenta.

Reprodução

O preço da Foundation Color Changing varia muito. Encontramos o produto saindo por R$25 na AliExpress e pela bagatela de R$97 no e-commerce Kazalina — vale lembrar que a embalagem vem com 30 ml.

Adivinha o seu tom de pele sem ver você

Temos outra base, mas dessa vez o processo não é presencial. Usando aprendizado de máquina e inteligência artificial, a IL MAKIAGE, marca de cosméticos focada em tecnologia, desenvolveu um algoritmo de correspondência de cores tão eficaz que define o tom sem sequer ver o rosto da pessoa.

A combinação de millhões dados de mais 700 tons de pele deu origem ao PowerMatch, uma plataforma que prevê a cor para a base da marca (Woke Up Like This). O resultado se dá a partir das respostas de um simples teste

Reprodução

A marca alega que o algoritmo tem taxa de precisão de 90%. Seus criadores estão tão confiantes de sua invenção que permitem que clientes experimentem a tecnologia e o produto antes da compra. O pagamento funciona em duas etapas. São cobrados inicialmente US$ 5 pelo envio do produto. Caso o consumidor fique satisfeito após o período experimental de duas semanas, uma segunda taxa de US$ 44 deve ser paga — esta corresponde ao valor da maquiagem.

A Woke Up Like This, no entanto, não é vendida no Brasil. 

App nacional na lista

A Natura é uma das maiores companhias do setor, além de ser genuinamente brasileira. A empresa desenvolveu um app que, além de servir como e-commerce, permite testar alguns produtos de maquiagem disponíveis para compra (batons, blushes e sombras). 

Para isso, basta clicar em um produto e verificar se ele tem a opção "Experimentar agora" ou acessar diretamente o "Espelho", que fica no menu à esquerda da tela. 

Reprodução

Abaixo, uma foto de maquiagem feita por meio do Espelho Natura.

Reprodução

 O aplicativo, que leva o nome da marca (Natura), está disponível para iOS e Android e é gratuito. 


Gadgets Saúde Realidade Aumentada Inteligência Artificial beleza
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você