telegram

Telegram diz que Apple tem bloqueado updates do app mesmo fora da Rússia

Gustavo Gusmão 31/05/2018 08h05
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O pedido da Rússia para a Apple remover o Telegram da App Store parece ter surtido um efeito ainda maior do que o esperado. Segundo o CEO da empresa, Pavel Durov, atualizações do aplicativo estão sendo bloqueadas mesmo nas lojas digitais fora do país, o que faz com que alguns recursos, como os stickers, não funcionem bem no iOS 11.4 liberado nesta semana.


“A Apple tem impedido o Telegram de atualizar o app do iOS globalmente desde que as autoridades russas pediram à empresa para remover o aplicativo da App Store”, diz Durov, em comunicado publicado em seu canal aberto no próprio Telegram, fazendo referência à notícia desta última terça-feira. “Infelizmente, a Apple não ficou do nosso lado.”

Os problemas de atualização acontecem desde o meio de abril, de acordo com o executivo. Como resultado, o Telegram não conseguiu nem mesmo atualizar seus termos de privacidade para deixá-los de acordo com o GDPR, que começou a vigorar no dia 25 deste mês.

O Telegram foi banido do território russo por um decreto judicial emitido ainda em abril deste ano, após se recusar a liberar as chaves de criptografias às autoridades locais. Mesmo assim, o governo não conseguiu interromper mais do que 30% das operações do app no país — e por isso recorreu à Apple para impedir sua distribuição localmente.

O golpe no aplicativo não seria tão grande se ficasse restrito às fronteiras russas, onde fica apenas 7% da base de usuários, segundo Durov. Mas a história muda quando o efeito passa a ser global. "Vamos continuar com nossos esforços para resolver a situação e manteremos vocês atualizados", finaliza o CEO.

Apple app store telegram
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você