Tidal é processado por falta de pagamento a artistas

Quando trouxe o Tidal de volta à vida, Jay Z chacoalhou o mercado ao oferecer um serviço de streaming totalmente voltado às demandas dos artistas, prometendo inclusive pagar 75% dos royalties sobre cada música. Um ano se passou desde então e o rapper acaba de receber seu primeiro processo por falta de pagamento.

A acusação vem da Yesh Music Publishing e de John Emanuele, da dupla American Dollar. Eles querem uma compensação de US$ 5 milhões do Tidal e da Shawn Carter Enterprises por dívida de royalties e infração de direitos autorais.

De acordo com Emanuele, o Tidal licenciou pelo menos 118 músicas do American Dollar sem a permissão da dupla e vem permitindo que os usuários ouçam as canções sem pagar os direitos. A ação ainda acusa a empresa de errar propositalmente a taxa de pagamentos por stream e diz que o Tidal não manda à dupla os relatórios mensais contendo informações de desempenho.

O Tidal respondeu, em nota enviada à Vulture, que a Yesh Music e John Emanuele estão mal informados sobre quem, de fato, lhes deve dinheiro. A empresa de Jay Z afirmou ter tirado todas as músicas do American Dollar do seu catálogo.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ