Terra à Deriva

Um dos filmes de maior bilheteria do mundo está na Netflix. E você nem notou

Redação Olhar Digital 08/05/2019 12h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Filme chinês de ficcção científica, Terra à Deriva faturou mais de US$ 700 milhões e já está disponível no Brasil.

Enquanto o mundo todo está voltado para os grandes blockbusters de Hollywood como Vingadores: Ultimato, a Netflix estreou um sucesso de bilheteria em seu catálogo sem nenhum alarde. Terra à Deriva é um filme chinês de ficção científica, faturou mais de US$ 700 milhões e que se tornou a segunda maior bilheteria de todos os tempos na China. Atualmente, sua bilheteria é a terceira maior dentre os filmes em exibição – mesmo com Ultimato dominando as listas de maior faturamento.


Sua arrecadação mundial impressiona e está próxima de grandes sucessos do cinema, como Capitã Marvel. Essa é uma conquista bastante impressionante, se levarmos em conta que o filme passou brevemente pelos cinemas dos EUA. O filme chegou à plataforma de streaming no dia 30 de abril, e está legendado em diversos idiomas – inclusive português do Brasil. A produção conta a história de pessoas tentando salvar a Terra de ser destruída pelo sol.

A escala de produção do filme é enorme. Sua pós-produção e seus efeitos visuais levaram dois anos para serem feitos. Tudo isso incluiu mais de duas mil tomadas de efeitos especiais, além de uma “quantidade substancial de imagens de computação gráfica”.

Samir Ansari é supervisor de efeitos visuais da empresa Pixomondo, e trabalhou na construção das cenas do filme. Ele disse que ele, juntamente com seus colegas, colocaram uma quantidade significativa de trabalho na produção, montando mais de 200 tomadas e criando mais de 180 modelos de efeitos diferentes para serem usados. É uma película que envolve a destruição em potencial da Terra, por isso, os efeitos especiais devem ser bem trabalhados para garantir uma aparência épica.

Samir ainda disse que “Terra à Deriva” é um dos filmes mais desafiadores que ele já trabalhou, em parte porque o mercado de efeitos visuais na China para blockbusters de ficção científica está em estágio inicial. Não houve nenhuma grande produção nesse estilo no país nos últimos tempos, para que eles pudessem se basear visualmente.

“Uma das razões pelas quais eu acho que o filme tem sido um sucesso tão grande é que, na verdade, ele é um bom filme”, disse Ansari. “Eu acho que tudo se junta, e você não olha para o ele e pensa, pelo menos inicialmente, que este é um filme chinês. Você poderia supor que ele saiu de Hollywood. Nós não tivemos filmes vindos da China nesta escala antes”, completou.

O filme é baseado em um dos contos presentes no livro “Wandering Earth” do escritor Liu Cixin, o primeiro asiático vencedor do Prêmio Hugo de Ficcção Científica. A produção já está disponível e pode ser assistida por todos os assinantes da Netflix. Confira o trailer:

VIA: BGR

Filmes Netflix
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você