Veja como é o novo teste de segurança das baterias da Samsung

Para evitar novas explosões em seus dispositivos, a Samsung apresentou um novo processo para os testes de segurança das baterias como parte do pedido de desculpas e explicações sobre o fiasco do Galaxy Note 7. A novidade, que inclui oito passos, foi desenvolvida em parceria com acadêmicos de universidades como Cambridge, Berkeley e Stanford.

Muitas das etapas listadas pela companhia já eram realizadas antes, mas a Samsung garante que elas foram aprimoradas e que os padrões de alguns itens, como a inspeção visual, aumentaram. A empresa publicou um vídeo (em inglês) em que detalha seu novo procedimento para testes. Se você não está familiarizado com o idioma, logo a seguir está uma explicação do sistema de oito passos da empresa.

 

As etapas são:

1. Teste de durabilidade

A etapa identifica a durabilidade das baterias e as expõe a temperaturas extremas e "testes de stress", segundo a própria Samsung.

2. Inspeção visual

A empresa inspeciona cada uma das baterias com o que chama de "critérios objetivos" em busca de defeitos ou problemas.

3. Raio-X

O raio-X é usado para procurar anormalidades dentro da bateria.

4. Carregamento e descarregamento

O dispositivo é carregado e descarregado em larga escala para identificar problemas.

5. Teste TVOC

A quinta etapa é um teste de volatilidade. A coreana explica que a bateria é testada para que não haja nenhum vazamento de componentes.

6. Desmontagem

A bateria é desmontada e remontada.

7. Uso acelerado

A empresa simula o uso intensivo e uma série de cenários para garantir que a bateria se saia bem em todos.

8. Teste ΔOCV

A última etapa procura qualquer mudança de tensão da bateria.

Reprodução

 

Via The Verge

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ