Xiaomi Miui

MIUI 10, o sistema da Xiaomi, traz Bem-Estar Digital e proteção de dados

Beatriz Trevisan, editado por Renato Santino 17/04/2019 20h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Empresa testa adaptações próprias das ferramentas do Android; upgrade não exige que os aparelhos sejam atualizados para a versão mais recente do sistema operacional do Google

A 10ª edição do sistema operacional da Xiaomi, o MIUI, ganhou novos recursos em uma versão beta lançada pela gigante chinesa para alguns dispositivos. Entre os serviços incluídos, estão a ferramenta Bem-Estar Digital e uma estrutura de maior proteção do tráfego de dados via Wi-Fi. O upgrade não exige que os aparelhos sejam atualizados para a versão mais recente do Android, o que facilita a experiência do usuário.


A condição, ainda necessária para as outras versões do MIUI, muitas vezes isola o sistema operacional de alguns recursos essenciais inseridos apenas na variante mais recente do Android. Por exemplo, as diferenças entre o MIUI 10 baseado no Android 7.1 Nougat e no Android 9.0 Pie são mínimas, mas o primeiro não oferece serviços importantes encontrados no segundo, como o Bem-Estar Digital – o que está mudando devido à adaptação das ferramentas para o MIUI.

Assim como acontece no Android Pie, o Bem-Estar digital da Xiaomi informa aos usuários sobre o tempo de uso da tela do celular, além da quantidade de tempo gasto por aplicativo. As estatísticas gerenciam a navegação diária, semanal e mensal. O serviço também mostra o número de vezes que o smartphone foi desbloqueado, quantas notificações foram recebidas poar hora, ao longo do dia ou durante a semana, no geral ou por app.

O recurso permite que o usuário defina um temporizador de controle do uso diário do dispositivo móvel e envia um alerta quando o tempo for atingido – que pode ser ignorado ou adiado por uma hora. Diferentes limites de navegação também podem ser personalizados para dias e fins de semana.

A outra novidade encontrada na última versão beta do MIUI 10 é um sistema de proteção dos dados "recebidos de" ou "transferidos para" um aparelho por meio de uma rede Wi-Fi. O recurso aparenta impedir que o endereço MAC – endereço físico associado à interface de comunicação que conecta um dispositivo a redes – real do smartphone seja compartilhado com o roteador wireless. Por conta disso, a função impossibilita que qualquer pessoa acesse o tráfego de dados na conexão e rastreie o endereço MAC do usuário, principalmente no caso de redes públicas de Wi-Fi.

A função foi descoberta pelo site XDA Developers nas versões MIUI 10 beta baseadas tanto no Android 8.1 Oreo quanto no Android 9 Pie. Já a ferramenta do Bem-Estar Digital está disponível no MIUI 10 beta em um Xiaomi Mi 8 SE.

Fonte: XDA Developers

Android xiaomi MIUI
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você