Youtubers protestam contra o limite da internet fixa no Brasil

Os protestos contra o bloqueio da conexão após o fim da franquia estabelecido por algumas operadoras de internet banda larga chegaram até o YouTube. Nomes como Cauê Moura, Felipe Castanhari, Eduardo Benvenuti, entre outros, se posicionaram contra o bloqueio a medida anunciada pela Vivo.

Eduardo Benvenuti, dono do canal BRKsEDU, mora no Canadá e admite que o limite de franquia é algo comum no país. No entanto, as franquias lá são muito maiores do que as praticados no Brasil.

Cauê Moura, como de costume, adota um discurso mais agressivo no canal Desce a Letra. No vídeo abaixo, ele explica que os limites de franquia praticados no Brasil são baixos e podem ser atingidos com apenas algumas horas de streaming.

Felipe Castanhari, do Canal Nostalgia, aproveita para ler a nota oficial da Vivo sobre o bloqueio da internet após o fim da franquia. Ele também reclama dos baixos limites estipulados.

Tradicionalmente mascarado, o youtuber Zangado comparou as alterações da internet fixa com os métodos já utilizados para a internet móvel.



Davy Jones, do Gameplayrj, também produziu um vídeo sobre o assunto e busca fortalecer o movimento que está sendo chamado de "#InternetJusta".

Celular, fone de ouvido, notebook. A BlackFriday está recheada de ofertas, mas nem todas são vantajosas. Com a nova extensão do Olhar Digital, você encontra o menor preço e também cupons de descontos. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ