China se torna 2ª maior fonte de receita da App Store

De acordo com dados da empresa de pesquisa de mercado App Annie, a China ultrapassou o Japão e se tornou a segunda maior fonte de receita para a App Store. O único outro país do mundo a dar mais dinheiro para a loja de aplicativos da Apple é os Estados Unidos. No total, a receita da Apple com a App Store na China deve chegar a US$ 4,6 bilhões em 2016.

Segundo o TechCrunch, que teve acesso aos dados, embora o Japão tenha mantido um ritmo estável de crescimento ao longo do último semestre, o mercado chinês cresceu 2,2 vezes mais rápido nos últimos seis meses que no período anterior. Essa aceleração do crescimento foi motivada principalmente, de acordo com o site, por alguns jogos, como Hero MOBA, Westward Journey Online e The Legend of Mir 2. O gráfico abaixo mostra o desempenho dos três principais mercados no último ano:

Reprodução

O App Annie ainda prevê que a China deve ultrapassar os EUA e assumir a primeira posição de receita da App Store ainda em 2016. O país já superou os Estados Unidos como maior mercado para smartphones e tablets, e é um dos países em que o sistema operacional da Apple tem a maior fatia do mercado.

Segundo o Business Insider, o resultado já podia ser esperado. A receita da Apple teve um crescimento de 85% na China em 2015 (com relação ao ano anterior) graças, em grande parte, à venda de iPhones. Os chineses já respondem por mais da metade (51,9%) de todos os downloads de aplicativos feitos no mundo atualmente.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ