Microsoft

Com aumento nas vendas de Xbox e Surface, Microsoft tem trimestre positivo

Daniel Junqueira 25/10/2018 14h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Microsoft divulgou o balanço trimestral referente aos meses de julho e setembro, e a situação financeira da empresa vai muito bem: as receitas aumentaram 19% em relação ao ano passado, e o lucro cresceu 34% no período.


Devido ao bom desempenho de diversos setores da Microsoft, especialmente a divisão de serviços de nuvem, a companhia disse que teve um trimestre recorde. Áreas como a responsável pelos tablets Surface e também a da linha Xbox tiveram bom desempenho no trimestre.

Serviços corporativos e nuvem

Reprodução

A divisão Azure, responsável por serviços de nuvem e servidores, teve um impressionante crescimento de 76% no trimestre. A divisão de "nuvem inteligente" da Microsoft teve receita geral de US$ 8,6 bilhões, pouco menos de um terço dos US$ 29,1 bilhões que a empresa teve de faturamento no período.

Quem também teve ótimo desempenho foi a área responsável pelo pacote de produtividade Office, que aumentou 17% em receita. O Office 365 corporativo superou a marca de 155 milhões de usuários mensais ativos, enquanto o Office comercial, voltado para o consumidor final, atingou 32,5 milhões de assinantes.

Xbox e Surface

Reprodução

Lançado em 2013, o Xbox One teve um começo conturbado mas parece já ter deixado os problemas para trás. A divisão de games teve crescimento de 44% no trimestre, e a receita com a venda de hardwares da marca Xbox aumentou 94% - impulsionada principalmente pelo lançamento do Xbox One X no fim do ano passado.

Já os tablets e notebooks Surface tiveram aumento de 14% na receita em relação ao ano passado e atingiram US$ 1,1 bilhão. No período, a Microsoft entrou na lista das cinco maiores fabricantes de PC dos Estados Unidos, graças às vendas do Surface Book 2 e do Surface Go.

Outras divisões

Reprodução

A divisão responsável pelo Bing e buscas também teve um aumento no trimestre, com receita 17% superior ao registrado em 2017. A Microsoft também comemorou o bom desempenho do LinkedIn, que aumentou seu faturamento em 33%.

Para o futuro, a Microsoft espera finalizar a aquisição do GitHub em breve - a União Europeia já aprovou o negócio, e a concretização dele não deve demorar para acontecer.

Microsoft Negócios
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você