Facebook lança recurso para tentar 'matar' Youtube

Durante sua conferência para desenvolvedores, nesta terça-feira, o Facebook anunciou o lançamento de uma API (Aplication Programming Interface, ou interface de programação de aplicações) do Facebook Live, seu serviço de streaming de vídeo ao vivo.

Com a mudança, desenvolvedores poderão integrar a qualquer câmera a função de transmissão de vídeo ao vivo para a rede social. Na conferência, Zuckerberg demonstrou a mudança em um drone da empresa DJI, cuja câmera estava transmitindo o evento ao vivo para a rede.

A API permitirá que a função de transmissão de vídeos ao vivo para o Facebook seja integrada não apenas a novos dispositivos como também a outros aplicativos. Com o lançamento, o Live se tornará, para o Facebook, semelhante ao que o Periscope é para o Twitter. A empresa também passa a concorrer de maneira ainda mais acirrada com o Youtube por conteúdo em vídeo.

A rede social de Zuckerberg vem concorrendo com a plataforma de vídeos do Google há algum tempo: segundo os números mais recentes, 8 bilhões de vídeos são vistos diariamente no Facebook. Esse dado, de novembro de 2015, é um crescimento de 100% com relação a abril de 2015 (quando a rede social já era vista como uma ameaça ao Youtube). Além disso, os dois sites também vêm disputando o dinheiro de publicidade de vídeo desde a metade de 2015, e oferecem recursos semelhantes, como vídeos em 360º.

O Facebook já vinha investindo pesado em sua ferramenta de vídeos ao vivo. A rede social alterou o algoritmo do seu feed para priorizar conteúdo desse tipo, e liberou-o recentemente para todos os usuários. Além disso, a rede social também estaria pagando veículos de comunicação e celebridades para usarem o Live no lugar, por exemplo, do Periscope.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ