Fim da Lei do bem eleva preços de eletrônicos a partir de dezembro

A “Lei do Bem”, que garantia isenções fiscais a lojas para a venda de produtos eletrônicos como smartphones e notebooks, chega ao fim no dia 30 de novembro. Com isso, é provável que tais produtos fiquem mais caros a partir de dezembro.

Segundo a Intel, o fim da lei - que oferecia de 3,65% a 9,25% de isenção fiscal aos varejistas - pode se associar à alta do dólar no último ano para gerar um aumento de “no mínimo 10% nos preços de produtos eletrônicos a partir de 1o de dezembro”.

A empresa acredita que esses fatores podem levar a uma antecipação das compras de natal nesse ano. A Black Friday, tradicionalmente realizada no final de novembro, representaria nesse caso uma espécie de última oportunidade para os consumidores antes da provável elevação dos preços.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ