LinkedIn vai ganhar um 'modo Tinder' para aproximar usuários de 'mentores'

Desde que foi comprado pela Microsoft, o LinkedIn tem se esforçado bastante para deixar de ser uma rede social que os usuários só acessam quando estão procurando emprego. A mais nova função a chegar ao app da rede confirma essa tendência.

Buscando inspiração em outros aplicativos populares entre as novas gerações, o LinkedIn começou a disponibilizar nesta semana um "modo Tinder", feito para aproximar usuários de potenciais "mentores" que queiram compartilhar conselhos.

O novo recurso do LinkedIn basicamente copia o formato de conexão entre perfis do app da paquera: perfis são mostrados em sequência ao usuário, que desliza para a direita ou para a esquerda se quiser aceitar o seu conselho ou recusar, respectivamente.

O mesmo vale para quem quer compartilhar conselhos e ser mentor de alguém: deslize para a direita para aceitar esse potencial "pupilo" ou para a esquerda para recusá-lo. Quando há um "match", e tanto o pupilo quanto o mentor se identificam, o LinkedIn os coloca em contato.

Não é a primeira vez que o Tinder vira inspiração para apps ligados ao mercado de trabalho. Já existem diversos aplicativos que usam o mesmo sistema para juntar candidatos a vagas de emprego, por exemplo. O uso que o LinkedIn fez do formato, porém, parece inédito.

De acordo com o TechCrunch, por enquanto, o novo recurso da rede social está disponível apenas em fase de testes para usuários na cidade de São Francisco, nos EUA, e para quem está na Austrália.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ