Mark Zuckerberg fala sobre inclusão de notícias pagas no Facebook

Um mês após ser confirmado por uma executiva do Facebook, o esquema que introduzirá notícias pagas na rede social foi repercutido pelo CEO Mark Zuckerberg.

Em um post publicado nesta quarta-feira, 23, Zuckerberg informou que a empresa vai começar a testar "novas formas de ajudar organizações de mídia a crescer suas assinaturas".

"Se as pessoas assinarem depois de ver notícias no Facebook, o dinheiro vai diretamente para os publicadores que trabalharam duro para descobrir a verdade", escreveu, garantindo que a rede social não vai tocar nesse dinheiro.

Ele só não explicou como isso mudará a experiência dos usuários. Mas, no mês passado, Campbell Brown, diretora do Facebook responsável pelo relacionamento com empresas de mídia, deixou no ar que parte do conteúdo que circula no Facebook ficará trancado para que só usuários pagantes consigam acessar.

"Uma das coisas que ouvimos (…) de muitos jornais e publicações digitais é: 'Queremos um produto por assinatura — queremos poder ver um paywall no Facebook'", disse ela. "E isso é algo que estamos fazendo agora", continuou. "Estamos lançando um produto de assinatura."

De acordo com Zuckerberg, os testes serão abertos no final do ano com um grupo pequeno envolvendo veículos americanos e europeus. Não há prazo para expansão, Zuckerberg comenta apenas que usará esse período de testes para colher opiniões.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ