Microsoft lança linguagem de programação para computadores quânticos

A Microsoft está se preparando para a revolução da computação quântica. A empresa deu nesta terça-feira, 12, um novo passo para esse futuro com o lançamento de uma nova linguagem de programação chamada Q# (pronuncia-se Q Sharp), que entrou oficialmente em fase de preview público após seu anúncio em setembro.

Para acompanhar a sua linguagem de programação, a Microsoft também lançou um simulador quântico, voltado para que os desenvolvedores consigam testar seus algoritmos. A ideia é permitir que a computação quântica ganhe aspectos da programação convencional, permitindo a criação de funções e variáveis com coloração de sintaxe e um debugger quântico. Até hoje, esse tipo de computador tinha algoritmos criado à base de ligações de portas lógicas.

Segundo a Microsoft, o kit pela linguagem de programação e o simulador é integrado ao Visual Studio, então “alguns aspectos serão familiar para pessoas que já desenvolvem aplicações em outras linguagens de programação”. A empresa lançou um simulador local capaz de simular até 30 qubits de poder de computação quântica utilizando um notebook comum. Uma versão do simulador usando o Azure, a plataforma de nuvem da Microsoft, pode chegar a até 40 qubits.

A ideia da Microsoft é abrir a tecnologia para uma vasta gama de usos e áreas diferentes. A mais significativa das áreas é a da criptografia. Espera-se que com o advento da computação quântica, todos os protocolos que usamos hoje para proteger as comunicações digitais se tornarão inúteis com um computador quântico poderoso o bastante. Será interessante ver como a tecnologia se desenvolve a partir daí.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ