Os 7 destaques da Apple no evento de hoje

A Apple realizou hoje um evento em Cupertino, na califórnia, apra anunciar suas principais novidades. E, como em todos os eventos desse tipo, a empresa mostrou uma série de novos aplicativos, serviços e dispositivos que pretende lançar - incluindo novos iPhones e iPads.

Ao longo do evento, que durou aproximadamente das 14h às 15h15 no nosso horário, publicamos as principais novidades anunciadas pela empresa. Caso você não tenha acompanhado, ou prefira ver tudo em um só lugar, reunimas também abaixo tudo que aconteceu de mais importante no evento da Apple. Confira:

iPhone SE

Reprodução

Como não poderia deixar de ser, a Apple anunciou hoje também o seu novo iPhone. Chamado de iPhone SE, o dispositivo com tela de 4 polegadas é uma espécie de atualização do iPhone 5S - tanto que o 5S deixou de ser comercializado na loja da empresa. Ele possui processador A9 e muitas das funcionalidades dos iPhones 6s e 6s Plus, como a Touch ID, Apple Pay e Live Photos. Assim como os últimos iPhones, sua cãmera traseira tem sensor de 12MP e é capaz de gravar vídeos 4K. Ele será lançado no dia 31 de março nos EUA, por US$ 399 (versão de 16GB) ou US$ 499 (64GB). A data de chegada dele ao brasil ainda não foi informada.

Novo iPad Pro



A Apple anunciou hoje uma versão menor do iPad Pro, com tela de 9,7 polegadas (contra 12,3 polegadas de seu antecessor). Ele vem com o processador A9X e é compatível com o Apple Pencil e o Smart Keyboard - esse último acessório também ganhou uma versão menor. Seu display possui um recurso chamado TrueTone Display, que mede a temperatura de luz do ambiente para oferecer imagens mais precisas. Ele possui câmera traseira de 12Mp e câmera frontal de 5MP, e seu preço vai de US$ 600 (versão de 32GB com WiFi) até US$ 1100 versão com conectividade LTE e 256GB de armazenamento).

iOS 9.3

Reprodução

Uma das primeiras informaçõs liberadas pela Apple em seu evento foi que atualmente existm mais de um bilhão de dispositivos rodando seus sistemas operacionais, e que cerca de 80% de seus iPhones estão com a última versão do iOS. Seu sistema operacional móvel, no entanto, ganha hoje mais uma versão, o iOS 9.3. Um dos principais destaques ressaltados pela empresa é a função Night Shift, que usa dados do relógio e do GPS do aparelho para reduzir a emissão de luz azul após o por do sol, o que deve propiciar uma melhor qualidade de sono aos usuários. Além disso, diversos aplicativos nativos ganham mudanças, incluindo a possibilidade de se colocar senhas em notas individuais.

Carekit



A Apple sempre divulga novidades relacionadas a saúde e bem-estar em seus produtos, e dessa vez não foi diferente. A empresa anunciou o CareKit, uma suíte de aplicativos semelhante ao ResearchKit, mas com um foco mais pessoal. Em vez de priorizar pesquisas de saúde, ele permitirá que pacientes monitorem os níveis de seus sintomas e tenham uma linha de comunicação mais direta com seus médicos. Isso possibilita, por exemplo, que os médicos criem programas de acompanhamento pós-cirurgia e compartilhem-nos em tempo real com os pacientes. O CVarekit já foi lançado com um aplicativo voltado para pacientes com síndrome de Parkinson, mas permite que novos apps sejam criados.

Apple Watch mais barato



O Apple Watch, dispositivo vestível da empresa, também não foi esquecido. A Apple confirmou o que praticamente todos os analistas já previam: ele foi o relógio inteligente mais vendido de 2015. Durante o evento hoje, a empresa anunciou uma redução de seu preço inicial: ele estará disponível nos EUA agora por valores a partir de US$ 299 (anteriormente, o menor preço era US$ 349). A  empresa também informou que os usuários do Apple Watch costumam trocar com frequência de pulseiras, e aproveitou o embalo para anunciar novas opções em novas cores, e também em um novo material: nylon.

Sustentabilidade



Curiosamente, a Apple decidiu fazer também uma série de anúncios referentes às suas políticas ambientais. Os dados compartilhados pela empresa são bastante positivos: 93% da energia que ela usa no mundo vem de fontes renováveis, e em diversos países, incluindo EUA e China, essa percentagem chega a 100%. A Apple também mostrou o seu projeto Liam, que desmonta e reutiliza peças, componentes e materiais de iPhones descartados para usar em outros produtos. A prata da placa-mãe de um computador da Apple pode ser reaproveitada em um painel solar, por exemplo.

Privacidade



Tim Cook começou o evento abordando um assunto que, segundo ele, "deveria estar na mente de todos": o embate da Apple contra a decisão do Departamento de Justiça dos EUA que a obrigava a criar um mecanismo para burlar a segurança de seus iPhones (e que a empresa se negou a acatar). O CEO da apple aproveitou a oportunidade para reforçar a postura da empresa e mostrá-la como uma atitude de respeito aos usuários, já que "muitos de nós consideramos nossos iPhones como extensões de nós mesmos". "Acreditamos fortemente que temos uma responsabilidade de ajudar você a proteger seus dados e sua privacidade. Devemos isso aos nossos usuários e ao nosso país", disse Cook.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ