TI dribla a crise e salários aumentam; fizemos um raio-x deste cenário

Em meio à turbulência de toda essa crise política e econômica no Brasil, o pessoal de TI continua com o sorriso estampado no rosto. Foi isso que a gente viu em algumas empresas que fomos visitar. É também o que reflete um estudo recém-divulgado pela empresa de recrutamento Page Personnel; segundo a pesquisa, a remuneração dos profissionais de Tecnologia da Informação foi a que menos sofreu com a crise no último ano. É ou não é motivo para sorrir?

Apesar da instabilidade quase geral no mercado de trabalho, o setor de TI não sofreu tanto impacto quanto outras áreas. Investir em tecnologia é prioridade para a maioria das empresas que querem se manter competitivas. Consequentemente, os profissionais qualificados capazes de entregar as melhores soluções continuam bem cotados no mercado. Tem sempre vaga em aberto, mas a exigência é alta. Além da especialização, inglês é indispensável.

A principal particularidade do mundo de TI é sua capacidade extrema de mudar rapidamente. Sim, a tecnologia evolui a passos largos e a gente já está acostumado com esse ritmo – em um ano, enquanto novas tecnologias surgem, outras são aposentadas. Essa peculiaridade faz com que o profissional que queira alcançar novos estágios na sua carreia esteja sempre atualizado.

Ao mesmo tempo que a maioria das empresas prioriza o investimento em tecnologia, em paralelo, as startups vivem um bom momento quando o assunto é apoio financeiro. Mais um motivo para o momento animador do setor.

Especificamente sobre os salários, 15% dos cargos de TI tiveram aumento no último ano; os outros 85% se mantiveram estáveis. Os analistas de suporte pleno são os que mais têm motivo para colocar o sorrisão no rosto; a média do salário saltou de 3600 reais no ano passado para até 5300 neste ano.

Imagina, então, quando a crise passar de ver...

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ