Alemanha já dá os próximos passos da Indústria 4.0; a gente foi conferir

Robôs rápidos e tão precisos que deixam até quem não entende muito o que eles estão fazendo hipnotizado com os movimentos. Além de centenas deles, que representam o grande avanço da automação industrial, softwares inteligentes de análise de dados e sensores cada vez mais modernos e até já com conectividade própria, foram apresentados na Feira de Hannover, na Alemanha; o berço da Indústria 4.0.

A feira é enorme! Cerca de 220 mil visitantes percorreram os 26 pavilhões do Centro de Convenções da cidade. O principal evento do mundo para a tecnologia industrial reuniu mais de cinco mil expositores de 75 países para discutir o futuro da manufatura e mostrar as próximas as tendências do setor.

Se a gente já acostumou a ver os óculos de realidade virtual e aumentada em feiras de games e tecnologia, no setor industrial eles também começam a ganhar cada vez mais espaço. Aplicações de realidade mista permitem que o usuário tenha informações de um determinado processo ou equipamento - por mais complexo que ele seja - em tempo real, diante dos seus olhos.

Entre as mais diversas soluções os dois termos que mais chamaram a atenção em Hannover foram: “gêmeo digital” e “plataforma em nuvem”. A digitalização do chão de fábrica engloba soluções que permitem a criação de um modelo virtual de um produto em seus mínimos detalhes e propriedades ou ainda de um processo inteiro de manufatura. O “gêmeo digital” é um dos principais conceitos da Indústria 4.0. Dispensar protótipos físicos significa economia e agilidade. Com o gêmeo digital, a fábrica também não tem mais a necessidade de parar sua linha de produção para fazer testes. As avaliações são todas digitais. Além disso, ainda é possível prever erros e problemas em qualquer estágio da produção.

Entre dezenas de soluções tecnológicas, um dos principais lançamentos da Hannover Messe foi anunciado pela Siemens. A empresa alemã mostrou a nova versão do seu sistema operacional de Internet das Coisas para a indústria. A plataforma de código aberto é um ambiente de desenvolvimento de aplicativos e serviços digitais. Diversas soluções para captar e trabalhar de forma inteligente e autônoma a infinidade de dados gerados diariamente já estão disponíveis. É uma espécie de loja de aplicativos, como as dos nossos smartphones, mas com soluções industriais.

Como toda evolução que envolve tecnologia, a Indústria 4.0, claro, vai ser implementada aos poucos. Na Alemanha, onde o conceito nasceu em 2012, já está bastante avançada. No Brasil já tem muita manufatura de olho e até colhendo resultados da digitalização. Aqui no olhardigital.com.br você encontra uma série de reportagens que produzimos sobre o tema. Os links estão logo abaixo do vídeo desta matéria. Confira e entenda tudo sobre mais essa revolução da indústria mundial.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ