Compartilhe com seus seguidores
A A A

Google cria ferramenta para combater os deepfakes

Fabrício Filho, editado por Renato Santino 26/09/2019 19h09

O Google lançou um enorme conjunto de dados de vídeos de deepfake para tentar ajudar pesquisadores a identificar quando um vídeo foi manipulado através da técnica. A empresa filmou atores em uma variedade de cenas e depois usou métodos de geração de deepfake, publicamente disponíveis, para criar um banco de dados com cerca de 3 mil amostras. A ideia é que pesquisadores utilizem esse banco para treinar ferramentas de detecção automatizada e torná-las tão eficazes e precisas quanto possível quando se trata de detectar imagens sintetizadas por inteligência artificial. O Google ainda disse que continuará atualizando seu repertório, já que as técnicas de deepfake continuam evoluindo rapidamente. Além do Google, o Facebook e a Microsoft participam na criação de um conjunto de ferramentas de código aberto, que permitirá que empresas, governo, mídia e organizações apurem se um vídeo foi falsificado com deepfake. A rede social, inclusive, planeja lançar um banco de dados semelhante ao do Google. Quanto mais amostras melhor.
Microsoft Google Facebook Deepfake
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você