Compartilhe com seus seguidores
A A A

Múmia volta a 'falar' depois de 3 mil anos

Vinicius Szafran, editado por Liliane Nakagawa 24/01/2020 20h12

A voz do sacerdote egípcio Nesyamun poderá ser ouvida novamente, mais de 3 mil anos após a sua morte, graças à tecnologia. O corpo mumificado do sacerdote, que está atualmente no museu da cidade de Leeds, na Inglaterra, no Reino Unido, passou por uma tomografia computadorizada, e um modelo 3D do seu trato vocal foi criado.

Os pesquisadores utilizaram esse modelo no Vocal Tract Organ, um instrumento que fornece uma fonte sonora para a laringe artificial que é controlável pelo usuário. Assim, um som de vogal pode ser sintetizado, de maneira que se assemelha muito com vogais pronunciadas por pessoas hoje em dia.

Nesyamun viveu durante o reinado de Ramsés XI, que governou o Egito entre 1113 e 1085 antes de Cristo. Ele era um sacerdote no templo de Amon, no complexo de Karnak, em Tebas. Sua múmia chegou a ser desembrulhada em 1824, com trabalhos subsequentes revelando que ele estava na casa dos 50 anos quando morreu. A hipótese inicial da sua morte foi estrangulamento, mas posteriormente os pesquisadores determinaram a causa real como uma reação alérgica, possivelmente resultado de uma picada de inseto.

Pesquisa Ciência impressão 3D Egito arqueologia
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você