Compartilhe com seus seguidores
A A A

Qual é a melhor TV 4K do Brasil? Testamos e comparamos 3 modelos

Redação Olhar Digital 23/02/2019 19h00

Está aberta a temporada de testes e comparações de 2019 do Olhar Digital. No primeiro Laboratório do ano, TVs TOP de linha - três Smart TVs grandes de última geração já disponíveis no mercado brasileiro. Colocamos lado a lado a LG OLED B8, de 55 polegadas; a QLED TV Q7F UHD 4K, de 65 polegadas, da Samsung; e a XESS X6 4K UHD QLED, de 85 polegadas, da SEMP TCL. É importante destacar desde início, que dada a diferença de tamanhos e, consequentemente, valores, estes dois quesitos não vão ser levados em consideração na nossa escolha final. A avaliação vai se basear na experiência de uso e qualidade oferecida por cada aparelho. Então vamos lá…

Design

O tamanho torna o modelo da TCL imponente e menos delicado. Mas a tela de 85 polegadas chama atenção. As bordas são maiores do que nas outras, mas em proporção ao tamanho, se tornam quase imperceptíveis. Na parte de baixo, o soundbar cilíndrico já dá indícios de quanta potência de som cabe ali. Isso, sem contar os outros dois falantes externos e o subwoofer que acompanham a TV. O acabamento premium em cobre e madeira é bem bonito. É uma TV para se ver de longe, em um espaço amplo. De perto parece digamos .... um pouco exagerado.

O modelo da Samsung, mesmo com 65 polegadas, é bem mais discreto. Chama atenção o cuidado com a parte traseira da TV que, mesmo que fique à mostra, tem apenas uma única conexão bem discreta. Todas as entradas da TV ficam em um acessório à parte que se conecta à tela por um cabo óptico exclusivo com acabamento transparente. Na hora de avaliar o produto já instalado, a conexão invisível e a ausência de cabos atrás da tela fazem diferença. As bordas infinitas e laterais em prata metálico dão um design bem moderno e elegância superior ao modelo da Samsung

Já a LG chama atenção pela espessura mínima e delicadeza. É basicamente um painel de OLED atrás de uma fina camada de vidro. Com a TV ligada, a impressão é de que a imagem flutua no ar. O vidro faz com que as bordas da TV se tornem praticamente invisíveis; são realmente mínimas. Na parte de baixo, um suporte curvo metálico dá ar moderno ao modelo.

Sistema operacional

A TCL é uma Android TV. O principal destaque do sistema operacional do Google é a quantidade de aplicativos disponíveis na Google Play Store. Por outro lado, a experiência de navegação não é assim tão legal. Toda vez que você quiser trocar de conteúdo, precisa voltar ao menu principal e começar tudo de novo. Fora isso, a TCL não apresentou um desempenho muito interessante. Tudo é meio lento na TV e, inclusive, tivemos alguns momentos que ela literalmente trava, aí naõ tem jeito precisa ser reiniciada.

Um dos maiores trunfos da LG no disputadíssimo setor de TVs é a plataforma WebOS, agora na sua versão 4.0. Todo o sistema é muito prático de usar, além de ser leve e bastante intuitivo. A plataforma fica ainda melhor quando combinada com o controle no formato “point and shoot”. Na plataforma WebOS, a função multitarefa permite que você troque de conteúdo como se você estivesse mudando de canal; sem precisar interromper o que está rolando no momento.

A Samsung usa a plataforma Tizen, desenvolvida pela própria marca. E, desde as nossas últimas avaliações para cá, o sistema melhorou bastante. E surpreendeu. Toda nossa experiência de navegação no sistema Smart da TV foi bastante rápido e sem engasgos. Diferentemente das Androids TV, no sistema Tizen também é possível acessar a plataforma Smart e inclusive opções de configurações sem deixar o que estiver assistindo no momento. O uso é bem intuitivo; um clique e as opções surgem na parte inferior da tela, inclusive com recomendações personalizadas. Todas as plataformas permitem fazer buscas com comandos de voz feitas através do controle remoto; de novo, a Samsung foi a que ofereceu melhor e mais rápida experiência. Uma vitória importante!

Controle Remoto

A TV da Semp TCL vem com dois modelos de controle remoto. O primeiro, mais tradicional e sem qualquer novidade. O segundo é um pouco mais interessante. Com acabamento em metal, mais ergonômico e com a função estilo “mouse”. O único problema na hora de usar foi a precisão e sensibilidade dele na tela. Deixou a desejar; mais fácil mesmo foi navegar pelas teclas do que ficar tentando acertar o cursor na tela.

Na TV da Samsung, o controle já é bem diferente. Menor, mais elegante e bastante ergonômico. São poucas teclas, mas o suficiente para navegar com facilidade pelos menus. O mais interessante é a opção de controlar outros aparelhos conectados à TV.

O melhor controle continua sendo o da LG. É o chamado “Magic Remote”, que também funciona como um mouse na tela. Mas a sensibilidade e precisão são infinitamente superiores ao modelo da Semp TCL. Para navegar, basta apontar o controle para a tela e controlar com o cursor. Pela facilidade de uso e qualidade, nosso controle remoto favorito.

Áudio

A gente também comparou a qualidade de som dos aparelhos; lembrando que nossas comparações são sempre feitas aos olhos do usuário. Neste quesito, LG e Samsung são equivalentes. Cada uma com suas tecnologias, mas aos ouvidos, inclusive dos nossos especialistas em áudio, nada demais. Ambas possuem 40 watts RMS de potência cada. As TVs apresentam um som limpo e de qualidade, mas que não dá para escutar no volume máximo - aí o áudio começa a distorcer e pipocar.

Neste ponto, não é nem possível comparar o modelo TCL às demais. São 320 watts de potência certificados pela Harman Kardon, uma marca premium e de qualidade de som inquestionável. Não é para menos, são sete canais surround, um subwoofer e outros quatro canais de som na vertical; um verdadeiro home teather…combinado com o tamanho da tela, dá quase para se sentir em uma sala de cinema. Vitória incontestável e quase injusta da TCL Semp…

Imagem

Comparamos as imagens também como usuários comuns. Mas da mesma forma que temos técnicos em áudio na nossa equipe, tem bastante crítica que entende bem de vídeos e qualidade de imagem. São todas TVs com resolução 4K e qualidade que salta aos olhos. Algumas pequenas nuances a gente só repara quando as coloca assim, literalmente, lado a lado, observando uma mesma imagem.

TCL e Samsung usam a tecnologia QLED com pontos quânticos. Já a LG aposta nos painéis de OLED. Sinceramente, as tecnologias praticamente se equivalem - principalmente aos olhos do usuário comum. Na prática, o que a gente observou foi que a TCL apresentou contraste e nitidez bem abaixo das suas rivais.

Já LG e Samsung, ainda que com tecnologias diferentes, se equiparam. Ambas têm brilho excelente. Na LG, o contraste de brilho é um pouco mais intenso; assim como a saturação. E tem gente que prefere assim. A Samsung, por outro lado, é mais equilibrada, mas tem melhor nitidez.

Depois de horas de testes e vários vídeos, chegamos à conclusão de que o mais justo é decretar um empate duplo entre as coreanas. No quesito imagem, o gosto do usuário pode contar também. Além de todas ainda possuírem diversas configurações para ajuste de imagem e função HDR também.

Preço

Como dissemos desde início, neste Laboratório Digital não estamos levando em conta tamanho ou preço para definir nossa escolha. De qualquer forma, a informação é importante. Vamos começar de baixo para cima. O modelo da LG a gente encontrou em diversos sites de e-commerce por aproximadamente 6 mil reais. Já a Samsung tem preço sugerido de 17 mil reais. Por último, a TCL de 85 polegadas custa 66 mil reais. Claro, pesquisando é possível encontrar valores um pouco mais baixos e até eventuais promoções. Mas na comparação de TVs top de linha, o preço não é decisivo na nossa escolha.

Conclusão

Hora do veredito final. Em terceiro lugar ficou a TCL SEMP. Definitivamente, tamanho não é documento. As 85 polegadas impressionam, mas a experiência de uso decepciona. A TV chegou a travar algumas vezes, o sistema Smart é mais lento e a plataforma Android TV não é das melhores. A imagem também ficou um pouco atrás das suas rivais, principalmente pela baixa nitidez. Tudo bem, o som é um show à parte…mas é só isso.

Agora, a decisão do primeiro e segundo lugares ficou complicada. No quesito imagem, o painel de OLED da LG se destaca pelo preto profundo e alto contraste. Mas, a tecnologia QLED da Samsung não deixou nada a desejar. Para notar diferença entre elas, só mesmo com uma do lado da outra. E aí, o OLED leva uma pequeníssima vantagem – principalmente por conta do contraste. Nos outros quesitos, os aparelhos se equivalem. Alías, a Samsung conseguiu uma proeza. O seu sistema operacional, o Tizen era bem fraquinho uns tempos atrás. Agora, não: ele se transformou numa plataforma tão boa ou melhor que o Web OS da LG que, na nossa opinião, sempre foi o melhor. Já do lado da LG, o sistema operacional continua ótimo, e ganhou o reforço da inteligência artificial e as respostas a comandos de voz em português – o que dá uma ligeira vantagem sobre a Samsung. Ou seja, no final das contas, as duas coreanas chegaram praticamente empatadas, mas por alguns detalhes, acabamos escolhendo o modelo da LG como o melhor desse Laboratório... Você concorda com nossa escolha? Já experimentou algum desses modelos? Deixe suas opiniões e compartilhe com a galera!

TV review comparativos
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você