Compartilhe com seus seguidores
A A A

Reconhecimento facial substitui documentos na França

Henrique Freitas, editado por Roseli Andrion 03/10/2019 20h10

A França planeja se tornar o primeiro país europeu a usar a tecnologia de reconhecimento facial como uma identidade digital. Com a mudança, o país pretende oferecer à população acesso aos documentos, desde impostos e contas bancárias até a previdência social, por meio da tecnologia de reconhecimento facial.

Cingapura já utiliza o reconhecimento facial e, recentemente, assinou um acordo com o Reino Unido para ajudá-lo a criar seu próprio sistema de identificação, o que mostra que alguns países da Europa pretendem aderir cada vez mais a processos digitais.

Considerada mais segura, a tecnologia de identificação vai ser usada por um aplicativo chamado Alicem, e estará disponível somente para Android, e contará com o brasão da república francesa no logo. O novo sistema entra em vigor a partir de novembro deste ano.

reconhecimento facial documento França identificação
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você