Aos poucos, a popularização da Internet das Coisas adiciona uma série de capacidades aos equipamentos da casa. Além de simplificar tarefas domésticas, a tecnologia contribui também para aumentar a segurança dos moradores. Se para muitas pessoas o uso de leitores de impressões digitais e de sistemas de reconhecimento facial na porta da residência parece distante, para pessoas mais abastadas isso já é realidade.

Reconhecimento facial

publicidade

Reprodução

Os sistemas capazes de reconhecer os rostos que estão na porta podem ajudar a identificar pessoas estranhas, além de facilitar a entrada de moradores. Caso detectem uma possível ameaça, os dispositivos podem enviar aos proprietários da casa um alerta de presença.

Controle remoto

Reprodução

Se um visitante desconhecido é detectado quando o dono da casa está fora, ele consegue, via app, receber um alerta e até visualizar o rosto da pessoa.

Cortinas inteligentes

Reprodução

Segundo especialistas, muitas pessoas têm optado por usar persianas inteligentes para vedar completamente alguns cômodos. Esse tipo de dispositivo, geralmente, funciona em conjunto com janelas à prova de balas e explosões.

Bloqueio por digital

Reprodução

Não é só na porta da entrada que esse tipo de tecnologia funciona. Em alguns casos, os moradores bloqueiam certos cômodos da casa e podem até controlar exatamente quando, onde e por quanto tempo determinados indivíduos têm acesso ao local.

Apesar das medidas tecnológicas tomadas para proteger fisicamente a propriedade, especialistas em segurança explicam que muitas pessoas ainda se mostram negligentes quando se trata da segurança cibernética. Segundo eles, 83% dos ataques de segurança na web são feitos usando apenas conjecturas e informações presentes nas redes sociais.

Via DailyMail