Pesquisadores da Krebs Security descobriram recentemente uma nova maneira usada por criminosos para roubar informações de cartões de crédito dos usuários. De acordo com a empresa, as quadrilhas estão usando skimmers, conhecidos no Brasil como “chupa-cabras”, nos caixas eletrônicos, cada vez mais potentes. Dessa vez, são usados equipamentos que funcionam como submarinos, espionando o usuário.

Em uma ação descoberta em caixas em Connecticut e na Pensilvânia, nos Estados Unidos, os criminosos usaram uma espécie de “sonda” com bateria e uma unidade de armazenamento, capaz de copiar informações dos cartões e com energia o suficiente para funcionar por 14 dias e armazenar até 32 mil números de vítimas. Na maior parte dos casos, o usuário sequer suspeita que está correndo risco.
O skimmer não é capaz de coletar PINs dos clientes dos bancos, por isso a Krebs suspeita que o equipamento está sendo testado para roubos maiores de informações no futuro.

publicidade

Como evitar problemas?

  • Colocar a mão sobre o teclado numérico do caixa pode contribuir para reduzir as chances de cair em golpes. Especialistas afirmam que o uso de botões falsos é relativamente raro, já que o hardware é caro para se produzir.
  • É bom evitar caixas eletrônicos onde a estrutura é facilmente retirável. A empresa de segurança indica que as pesoas usem caixas montados na parede e que fiquem em áreas bem iluminadas.

Via Engadget