EnglishPortugueseSpanish

De acordo com o mais recente estudo do IBGE, há mais de 13 milhões de desempregados no Brasil atualmente. Criminosos têm se aproveitado dessas pessoas na internet para aplicar golpes que roubam dados pessoais e infectam dispositivos com vírus.

É o que descobriu um recente estudo da PSafe, uma empresa de segurança eletrônica. De acordo com ela, mais de 30 golpes de phishing foram identificados na internet brasileira no último mês, e todos eles usam vagas de emprego falsas para atrair as vítimas.

publicidade

Ao todo, mais de 300 mil pessoas curtiram ou estão seguindo páginas no Facebook que prometem vagas de emprego e processos seletivos, mas que, na verdade, estão servindo golpes. As páginas usam formulários e imagens de grandes empresas para esconder suas reais intenções.

O golpe acontece, normalmente, da seguinte maneira: uma página do Facebook posta um link indicando um processo seletivo numa grande empresa, como Lojas Americanas. Ao clicar no link, o usuário se depara com um formulário que pede dados básicos, como nome completo, data de nascimento e vaga de interesse.

Na página seguinte, porém, o falso processo seletivo pede que a pessoa compartilhe aquele link com o maior número possível de pessoas – primeiro sinal de golpe. Em seguida, a vítima é induzida a cadastrar seu número de telefone num serviço de SMS pago. Em alguns casos, a pessoa também é instruída a baixar, sem saber, um vírus no celular.

Reprodução

publicidade

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Os especialistas recomendam que o usuário “crie o hábito de se certificar sobre a veracidade de qualquer informação antes de compartilhá-la com seus contatos” para evitar cair em golpes como estes. Se você se deparar com uma promessa de vaga de emprego que usa uma das imagens acima, é melhor passar longe.