O maior e mais popular repositório de códigos do mundo agora é da Microsoft: a empresa finalizou a aquisição do GitHub por US$ 7,5 bilhões. A concretização do negócio anunciado em junho ocorre uma semana depois da Comissão Europeia aprovar o acordo fechado entre as empresas.

Em um post no blog oficial do GitHub, o CEO Nat Friedman garantiu que, apesar da aquisição por parte da Microsoft, o serviço vai continuar operando de maneira independente. Além disso, ele promete continuar dando suporte a desenvolvedores independentemente das ferramentas escolhidas por eles na hora de criar softwares e serviços.

publicidade

Com apoio da Microsoft, o GitHub planeja melhorar os mecanismos de busca, as notificações e também a experiência de uso em dispositivos móveis. Atualmente, o serviço é usado por mais de 31 milhões de desenvolvedores espalhados pelo mundo.