EnglishPortugueseSpanish

A Nasa anunciou na última quarta-feira (28) que adicionou a seu rover um helicóptero, chamado de Mars Helicopter, que será enviado para o Planeta Vermelho em junho do ano que vem na missão “Mars 2020”. O rover deve chegar ao planeta em fevereiro de 2021 e, se tudo for como ocorrer como planejado, o helicóptero se tornará o primeiro avião a voar em um planeta que não seja a Terra.

O helicóptero vai cumprir duas missões. A Nasa vai usá-lo para entender como as condições em Marte afetam a aviação e para provar que podemos pilotar helicópteros, drones e outras aeronaves no planeta. Uma vez no ar, o dispositivo, que é equipado com uma câmera, vai mostrar a viabilidade de se observar Marte do céu.

publicidade

“Nosso trabalho é provar que o voo autônomo e o voo controlado podem ser executados na atmosfera marciana extremamente fina. Se provarmos que o voo motorizado em Marte pode funcionar, estamos ansiosos pelo dia em que helicópteros poderão desempenhar um papel importante em futuras explorações do Planeta Vermelho”, conta MiMi Aung, gerente de projeto do helicóptero.

A fina atmosfera marciana mencionada por Aung implica que o helicóptero deve ser leve e poderoso. Ele usará painéis solares para carregar suas baterias e vai operar usando um aquecedor embutido para superar as frias temperaturas da noite. O helicóptero será autônomo – os humanos mais próximos estarão a anos-luz de distância, por isso, qualquer tipo de controle manual ainda não é uma opção.

Via: Cnet

publicidade