EnglishPortugueseSpanish

Além de todos os anúncios em seu grande evento na última terça-feira (10), a Apple está lançando uma nova modalidade em seu serviço de garantia estendida chamado AppleCare+: agora, em vez de pacotes com 1 ou 2 anos de garantia, os consumidores podem optar por um pagamento mensal por tempo ilimitado. Este novo plano estará disponível apenas para iPhone, iPad e Apple Watch, segundo o 9to5Mac.

A empresa continuará ofecendo o plano de 2 anos, juntamente com o modelo de assinatura. No entanto, a assinatura mensal oferece aos usuários a capacidade de continuar pagando indefinidamente, estendendo a garantia da Apple até que o consumidor opte por parar de pagar a taxa recorrente.

publicidade

Os clientes atuais do AppleCare+ estão cobertos por até 2 incidentes durante o plano de 2 anos. A nova opção mensal abrange os mesmos 2 incidentes a cada 24 meses em que um usuário é inscrito no plano.

A Apple cobra US$ 149 (R$ 600) pelo plano AppleCare+ de 2 anos para um iPhone XR. Agora, também oferece uma opção de “pagamento mensal até cancelamento” por US $ 7,99 (R$32) por mês. O plano AppleCare+ de US$ 79 (R$ 320) por 2 anos para o Apple Watch oferece uma opção semelhante por US$ 3,99 (cerca de R$ 16) por mês.

Com o novo modelo de assinatura mensal, os usuários acabam pagando um pouco mais ao longo de 24 meses do que se optassem pelo plano de dois anos. Entretanto, pode ser uma boa opção para quem pretende ficar com seus aparelhos por mais tempo.

Quem já possui o AppleCare+ não poderá optar pelo pagamento mensal até o fim de seu plano atual. Não está claro como a Apple pretende permitir que os usuários gerenciem a assinatura e os cancelamentos.

No ano passado a empresa lançou um novo produto de garantia estendida contra roubo e perda. Esse plano mais caro oferece cobertura para casos que não são cobertos pelo plano AppleCare+ básico.

Via: Mashable