EnglishPortugueseSpanish
publicidade

No país sul-coreano, um dos pioneiros do 5G no mercado comercial, estreou a tecnologia no início do segundo trimestre deste ano e, em dois meses, bateu a marca de 1 milhão de usuários, número que deve duplicar até dezembro. O Brasil, que ainda vive na quarta geração, caminha a passos lentos em direção à mais recente tecnologia de rede móvel.

“O Brasil quer entrar no 5G de maneira economicamente eficiente e, em breve, escolherá uma tecnologia”, disse o ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, durante uma conferência da Bloomberg em Nova York.

publicidade

Ainda durante o evento, foi questionado sobre as restrições americanas à Huawei e a possibilidade de eventuais negócios com a chinesa afetarem o relacionamento diplomático com o país norte-americano. Araújo respondeu que não vê isso como “desafio”, pois a parceria entre o Brasil e EUA é “excelente”. Falou também sobre alguns países quererem manipular informações, se referindo à reação internacional aos incêndios na Amazônia, o que chamou de “exagerada”.

Entre outros assuntos que comentou, disse não estar decepcionado com o ritmo da recuperação econômica brasileira. “Leva algum tempo para a economia responder”. 

Via: UOL

publicidade