EnglishPortugueseSpanish

No mês passado, a Wing, divisão da Alphabet, anunciou que estava testando seu programa de entregas com drones nos Estados Unidos – mais especificamente, em parceria com a Fedex e a Walgreens no estado da Virgínia. Agora, a companhia parece pronta para divulgar mais amplamente seu serviço.

“A Wing está criando um novo tipo de serviço para disponibilizar alimentos, medicamentos e outros itens quando você precisar. Chamamos isso de entrega aérea e hoje estamos compartilhando um vídeo sobre o que achamos que pode ser”, disse a empresa. Confira o vídeo abaixo:

publicidade

O anúncio mostra usos práticos do serviço de entrega por drones. No primeiro, duas mulheres precisam de um kit de primeiro socorros no meio da floresta, uma localização que, provavelmente, não seria alcançada pelos meios tradicionais de entrega. Elas utilizam um aplicativo da Wing para escolher e pedir o produto. Então, um drone Wing voa sobre a área e deposita o pacote no chão da floresta.

Outros exemplos incluem pedir cupcakes depois de queimar o bolo que estava assando. De qualquer forma, o que todas as situações têm em comum parece ser a necessidade de uma entrega rápida.

Isso condiz com a divulgação da Wing que promete entregas “em minutos” e que afirma que a opção é “mais rápida, mais segura e mais limpa do que a mesma entrega feita por carro ou caminhão”. Até o final deste mês, a Wing estará operando os serviços aéreos de teste em três continentes.

publicidade

“Estamos entregando produtos de 20 empresas locais na Austrália. Na Finlândia, estamos testando a entrega em complexos de apartamentos. No final deste mês, começaremos a entregar pacotes, remédios vendidos sem receita, lanches e presentes no New River Valley, no sudoeste da Virgínia”, anunciou a Wing.

Via: 9to5Google