EnglishPortugueseSpanish

A Apple fez recentemente sua entrada no mercado de games com o Apple Arcade, serviço de assinatura que por R$ 9,90 permite aos usuários o acesso a um catálogo de jogos premium, sem compras internas (IAP) ou propagandas. Mas a empresa pode ter planos ainda maiores para o segmento, e eles envolvem o iPad.

Segundo Cliff Maldonado, analista e fundador da BayStreet Research, uma empresa que pesquisa os mercados de smartphone, tablets e smartwatches, a empresa pode estar planejando adicionar ao sistema operacional suporte total a mouses. O recurso já existe no iPadOS, mas como ferramenta de acessibilidade.

publicidade

Com isso o iPad chegaria mais perto de se tornar um PC, e seria atraente para os jogadores mais “hardcore”, acostumados a jogar com um mouse e teclado. “O mercado de jogos está dividido em três categorias: PC, console e mobile”, diz Maldonado.

“A Apple pode estar planejando uma jogada na categoria de PCs com o iPad, adicionado suporte a mouse e se aproveitando de sua maestria em chips. Seria a primeira entrada da empresa no mercado de games hardcore”.

A empresa vem há tempos dizendo que o iPad é um computador, tão capaz de atender seus clientes no dia-a-dia quanto um notebook. E o suporte total a mouse e teclado poderia ser o que falta para incentivar usuários acostumados a estes periféricos a adotar iPads como substitutos de seus portáteis.

Desempenho não é problema: resultados de benchmarks mostram que processadores como o A12, usado no atual iPad Air, tem desempenho próximo ou até superior ao de processadores como alguns Intel Core i7 para dispositivos móveis.

Fonte: CNet