EnglishPortugueseSpanish

O LiveLAB, localizado no McMaster Institute for Music and the Mind, no Canadá, é uma sala de concertos única. Equipado com o que há de mais moderno em tecnologia acústica e de captura de movimentos, o laboratório foi criado para analisar correlações entre a música e as respostas produzidas por nossos cérebros.

Com 106 lugares, o LIVELab é o único laboratório de seu tipo no mundo, e tem um conjunto de microfones, alto-falantes e sensores capazes de medir a atividade cerebral e respostas fisiológicas como frequência cardíaca e respiratória, transpiração e movimentos, tanto nos músicos quanto na platéia.

publicidade

O laboratório tem um sistema de acústica virtual, com 28 microfones e 75 alto-falantes, que pode ser usado para manipular o som para reproduzir a acústica de vários ambientes, de um restaurante movimentado ao aclamado Carnegie Hall.

No LIVELab pesquisadores estudam como fazemos música, como os músicos coordenam seus movimentos e atividade cerebral para tocar juntos e porque as pessoas gostam de assistir a performances ao vivo, quando em muitos casos poderiam ouvir som de melhor qualidade em casa.

O objetivo é entender melhor o que acontece com nossos cérebros enquanto ouvimos música, e explorar potenciais benefícios para a sua trazidos por esta experiência. Sabe-se, por exemplo, que a música pode ajudar nos movimentos de pacientes portadores do mal de Parkinson, ou ajudar crianças com Dislexia a aprender.

publicidade

Fonte: The Next Web