EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Após um conflito interno na empresa, funcionários da EA Sports responsáveis pelo desenvolvimento de FIFA 20 foram vítimas de hackers em suas contas em retaliação. Ao que parece, isso aconteceu depois que a Electronic Arts decidiu demitir Kurt Fenech, que era criador reconhecido de conteúdo da EA Sports, além de ser um gamer profissional.

O funcionário foi desligado depois de publicar um vídeo no qual aparece cuspindo no logotipo da EA. Fenech, então, publicou uma resposta oficial na qual chama os membros da empresa de “covardes” e que “deseja com todo o coração que todos sejam demitidos”.

publicidade

A situação de hackeamento dos funcionários foi exposta pela própria EA por meio de uma declaração oficial. Na mensagem, a empresa afirma que os profissionais foram alvo de muitos insultos e ameaças nas redes sociais, que foram intensificados após a expulsão de Fenech: “O material foi considerado por nós como abusivo, hostil e vulgar. Ele claramente expõe membros da equipe de desenvolvimento aos ataques, além de cuspir em nosso logotipo”.

Como se a situação já não estivesse nada saudável, vários funcionários da EA Sports amanheceram surpreendidos com a invasão de suas contas em FIFA 20. Elas estavam sendo usadas para publicar muito conteúdo em favor de Fenech.

Por fim, como resultado, a companhia decidiu desativar todas as contas de seus funcionários e, assim, proteger o que ainda restou antes que o ataque continuasse nas redes sociais.

Fonte: FayerWayer

publicidade