EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O novo Mac Pro, “carinhosamente” apelidado de “ralador de queijo”, está entrando hoje (10/12) à venda nos EUA, onde custa entre US$ 5.999 e pode chegar a mais de US$ 50 mil, configurado com todos os opcionais e upgrades disponíveis. É mais caro que a configuração média de um Tesla Cybertruck, que custa nos EUA US$ 49.900, com dois motores e tração nas quatro rodas.

A máquina ainda não está à venda no Brasil, mas o site Tecnoblog descobriu os preços locais acessando links ocultos no site. E eles são, digamos… estratosféricos. Sim, sabemos que o Mac Pro é uma máquina profissional, e não doméstica, e que quem vai “pagar a conta” provavelmente é uma empresa cuja produtividade e lucros depende da máquina. Mas ainda assim, é difícil não ficar impressionado.

publicidade

O modelo mais “barato” tem processador Intel Xeon W com 8 núcleos a 3,5 GHz, 32 GB de RAM, placa de vídeo AMD Radeon Pro 580X com 8 GB de memória GDDR5, SSD de 256 GB e base com pé fixo. O total? R$ 55.999,00.

Já o modelo mais caro, com todos os upgrades possíveis, tem um processador Intel Xeon W de 28 núcleos a 2,5 GHz, 1,5 TB (sim, Terabytes) de RAM, duas GPUs Radeon Pro Vega II Duo com 64 GB (2x 32 GB) de memória HBM2 cada, SSD de 4 TB e gabinete com rodinhas, sai por “apenas” R$ 428.799,00.

publicidade

Felizmente, a compra pode ser parcelada em até 12x sem juros, e quem tem mais dinheiro disponível poderá aproveitar um desconto de 10% no pagamento à vista. O valor do frete não foi informado, mas com esse valor dá para fazer frete grátis, né Apple?

Fonte: Tecnoblog