EnglishPortugueseSpanish

A Wyze, startup que produz dispositivos da Internet das Coisas a preço baixo, confirmou uma vulnerabilidade de segurança que resultou no vazamento de dados de 2,4 milhões de seus usuários de câmeras de segurança.

A falha foi causada por um funcionário da empresa que não seguiu protocolos de segurança durante a transferência de um banco de dados. Isso fez informações pessoais dos usuários ficassem expostas entre os dias 4 e 26 de dezembro.

publicidade

Os dados expostos incluem identificação de redes Wi-Fi, endereços de e-mail e métricas do corpo dos usuários. Senhas e informações financeiras não foram atingidas, de acordo com a Wyze.

A Wyze disse já ter tomado medidas de emergência e exigirá que usuários façam login novamente para voltar a usar os dispositivos da marca.