EnglishPortugueseSpanish

O que você faria se visse um imenso par de chifres vermelhos brilhando no horizonte? Elias Chasiotis não teve dúvida: começou a fotografar. Afinal ele estava no lugar certo, no momento certo, para capturar uma rara conjunção astral.

Em 26 de dezembro de 2019 ocorreu um eclipse solar parcial no Oriente Médio. O Sol avermelhado típico do amanhecer surgiu no horizonte, sobre o Golfo Pérsico, no exato momento em que estava sendo encoberto pela sombra da Lua, dando a ele o aspecto de uma crescente.

publicidade

Mas a parte de baixo do astro ainda estava atrás do horizonte, e isso combinado a um tipo de miragem conhecido como “Fada Morgana” fez com que por alguns momentos apenas as “pontas” da crescente fossem visíveis. Daí a aparência de chifres e o apelido do fenômeno: “Sol Maléfico”.

Na verdade Elias estava preparado para o eclipse, mas temia que o céu estivesse encoberto ou que não tivesse uma boa visão do evento. Em vez disso, conseguiu algumas das melhores fotos, mesmo depois que o Sol subiu e se apresentou como uma “foice” no céu. “Foi o amanhecer mais bonito que já vi”, disse ele.

Fonte: LADBible

publicidade