EnglishPortugueseSpanish

A Samsung acaba de lançar no Brasil um de seus mais ambiciosos (e frustrados) projetos: o Galaxy Fold. O aparelho dobrável da marca que, no ano passado, foi cercado de polêmicas em relação à durabilidade, chega ao país por R$ 12.999, tornando-se assim, o smartphone mais caro do mercado brasileiro.

Fora do Brasil, o Galaxy Fold foi lançado por pouco menos de dois mil dólares. O polêmico dobrável da Samsung vai ser vendido no país a partir da próxima quarta-feira (22), mas a partir de hoje, sexta-feira (17), já é possível fazer uma pré-reserva no site da Samsung.

publicidade

Reprodução

Curioso é que o aparelho vai ser vendido no formato de “flash sales”, ou seja, as vendas começam na quarta, a partir das 21h, e se encerram na quinta (23), às 21h também. Provavelmente, a empresa coreana quer fazer uma espécie de “teste” antes de liberar uma quantidade maior do aparelho nas mãos dos brasileiros e ser novamente alvo de uma chuva de críticas por causa da qualidade do dispositivo.

As configurações são as mesmas de outras versões já lançadas em outros países, com processador Snapdragon 855, 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento.

A tela principal do dispositivo, quando totalmente aberta, chega a 7,3 polegadas. A segunda tela, que aparece quando ele está dobrado, tem 4,6 polegadas. O aparelho sai de fábrica com sistema operacional Android 9, mas deve receber o upgrade para a décima versão em breve.

publicidade

Reprodução

Galaxy Fold (ficha técnica)

  • Processador: Snapdragon 855
  • RAM: 12 GB
  • Armazenamento: 512 GB
  • Tela Principal: 7,3 polegadas Dynamic AMOLED
  • Tela secundária: 4,6 polegadas SUPER AMOLED 
  • Câmera Traseira: 16 MP + 12 MP + 12 MP
  • Câmera Frontal: 10 MP f/2.2 + 8MP f/1.9
  • Bateria: 4.380 mAh
  • Preço: R$ 12.999