EnglishPortugueseSpanish

MWC 2020 pode ser cancelado em razão do coronavírus

Redação 11 de fevereiro de 2020
publicidade

Mais uma gigante de tecnologia confirmou que não vai comparecer ao Mobile World Congress 2020: a Intel. A companhia se junta a um grupo crescente de empresas do setor que reagem ao surto de coronavírus.

Antes da Intel, Amazon, LG, Sony e outras já haviam desistido de participar da maior feira de tecnologia móvel do mundo, que acontece em Barcelona, na Espanha, entre 24 e 27 de fevereiro. Entre as operadoras, a japonesa NTT Docomo e a americana Sprint também cancelaram suas presenças.

publicidade

Entre tantos cancelamentos, uma confirmação. Foi a Xiaomi, que garantiu que estará na feira. A japonesa Rakuten também se mantém firme no propósito se estar em Barcelona para o congresso.

Com toda essa movimentação, a GSMA, que organiza o MWC, vai fazer uma reunião na sexta-feira para definir se a feira vai efetivamente ocorrer. A decisão vem após o anúncio de medidas de saúde e segurança aprimorados para o evento, como intensificação da limpeza dos estandes, a proibição de visitantes provenientes de Hubei e a adoção da política de não aperto de mão.

O novo coronavírus foi descoberto em dezembro em Wuhan, na província de Hubei, na China. Até hoje, a doença já infectou mais de 43 mil pessoas e contabiliza mais de mil vítimas fatais. Casos da doença já foram confirmados em mais de 25 países – dois deles ocorreram na Espanha.

publicidade