EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O governo japonês forneceu dois mil iPhones aos passageiros presos a bordo do um navio de cruzeiro Diamond Princess, onde pelo menos 170 casos de coronavírus COVID-19 foram confirmados. Os aparelhos foram distribuídos para que passageiros e médicos pudessem conversar através de um aplicativo.

A decisão veio do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão e da empresa japonesa de telecomunicações SoftBank, uma vez que muitas as pessoas talvez não pudessem fazer o download do aplicativo em seus próprios dispositivos se estivessem registrados em lojas de aplicativos fora do Japão.

publicidade

Mais de 3.500 passageiros e tripulantes estão em quarentena desde o início de fevereiro. O cruzeiro de duas semanas deveria ter terminado 10 dias atrás, mas desde que as autoridades de saúde japonesas encontraram vários casos do vírus quando o barco ancorou no porto, todos tiveram que ficar trancados na embarcação.

Os passageiros postaram mensagens, fotos e vídeos no Twitter criticando as condições do serviço à bordo e alertando sobre a falta de remédios na embarcação. De acordo com o governo japonês, com o novo app os passageiros poderão pedir por medicamentos ou agendar consulta com um médico.

Via: Business Insider/Macotakara