EnglishPortugueseSpanish

A produção de Matrix 4 está pegando fogo – literalmente. Com gravações iniciadas no começo de fevereiro, a cidade escolhida como locação do longa foi São Francisco, nos EUA. No entanto, a cidade não ficará marcada apenas no filme, mas sim na vida real, já que as cenas gravadas nas ruas causaram danos reais às locações.

As chamas usadas nas filmagens atingiram objetos que estavam ao redor, causando prejuízos para a cidade, de acordo com informações da emissora NBC. Devido ao calor extremo emanado dos efeitos especiais, lâmpadas foram danificadas e até a estrutura de uma placa publicitária foi atingida.

publicidade

O momento da explosão foi registrado por um morador de um dos prédios nas imediações das gravações. É possível ver como a explosão aconteceu, e entender como os danos foram causados.

Os funcionários da empresa JCDeacux, chamados para realizar a manutenção da placa, disseram que, ao chegarem ao local, viram “o plástico todo derretido e, até então, não sabiam o que estava acontecendo”. Só depois de ligar para o chefe deles é que descobriram que se tratava de uma explosão para o filme”. Eles ainda informaram que a placa de proteção danificada custa o equivalente a R$ 9 mil.

Além da explosão, quem estava por perto pôde ver um helicóptero voando baixo. Aparentemente, ele estava perseguindo quem estava próximo às explosões, no entanto, não há como saber com certeza.

Essa não é a primeira vez que as filmagens de um projeto do ator Keanu Reeves afetam uma cidade. Em 2019, durante as filmagens da série “Conquest”, no centro de São Paulo, moradores entraram em pânico por conta de um apagão, causado pela produção, para a filmagem de algumas cenas. Além disso, ônibus tiveram seus itinerários desviados devido às gravações.

Felizmente, as filmagens do longa em São Francisco terminam no domingo (1º). Resta saber se, até lá, não haverá mais danos aos locais de gravação. A estreia do filme, estrelado por Keanu Reeves, está prevista para maio de 2021.