EnglishPortugueseSpanish

Apesar de ser o país sul-americano com mais casos do novo coronavírus, o Brasil oficializou na última quinta-feira, 19, o fechamento das fronteiras terrestres com mais oito países vizinhos no continente. A decisão se baseou em nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária que concluiu que o fechamento era uma das alternativas para conter a disseminação do vírus.

A medida é válida até o dia 31 de março, mas pode ser prorrogada em caso de necessidade. Outros países da América do Sul como Colômbia, Peru, Argentina e Paraguai, já haviam anunciado o mesmo, no início da semana.

publicidade

Segundo a portaria publicada no Diário Oficial, Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Paraguai, Peru e Suriname se juntam à Venezuela, que teve seus cidadãos proibidos de entrar no país ainda na quarta-feira, 18. Ainda há negociação para fechar também a fronteira com o Uruguai, único vizinho que ainda não foi afetado pelas medidas.

Sendo assim, fica permitida a entrada apenas de brasileiros, nascidos ou naturalizados, imigrante com autorização de residência, profissional estrangeiro em missão a serviço de organismos internacionais e funcionário estrangeiro do governo brasileiro. Aqueles que descumprirem a ordem estão sujeitos a prisão, deportação e rejeição de qualquer pedido de refúgio.

Via: El País

publicidade