Argentina e China desenvolvem kits de teste rápido para a Covid-19

Sul-americanos e chineses pretendem diminuir o tempo de espera pelos resultados

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 10/03/2020 09h17
Argentina e China desenvolvem novos testes para coronavírus
A A A

Empresas chinesas e argentinas afirmam ter conseguido desenvolver novos e mais rápidos testes para Covid-19. Segundo o jornal Shanghai Daily, a Administração Nacional de Produtos Médicos da China aprovou um kit de teste que fornece o resultado em apenas 29 minutos. O kit foi desenvolvido por uma equipe da Universidade de Xiamen e é recomendado para “casos clínicos, suspeitos e a triagem de grupos de alto risco”.


Já o teste argentino é feito em um equipamento parecido com os testes de gravidez e que usa a saliva para a detecção da doença. A mesma empresa já desenvolveu anteriormente exames para dengue e acredita que o novo teste pode chegar ao mercado custando até US$ 2, menos de R$ 10. Hoje, no Brasil, um teste em hospitais públicos pode custar até R$ 140. E, na rede pública, o resultado demora até sete dias.

Reprodução

A epidemia de coronavírus de se espalhado pelo mundo e os países têm tomado medidas drásticas. A Itália, por exemplo, colocou o país todo em quarentena. Lá já são 9.172 casos e 463 mortes confirmadas. A Argentina, por sua vez, possui 17 casos confirmados e um óbito.

A China, epicentro do vírus, tem mais de 80 mil casos e mais de 3.000 mortes confirmadas. Apesar disso, tem visto seus casos diários diminuir ao passar do tempo. Estes novos testes podem significar métodos mais rápidos e eficientes de detectar a doença, o que pode facilitar o tratamento da Covid-19.

Via: CGTN


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



China argentina doença teste doenças coronavirus epidemia
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você