EnglishPortugueseSpanish

Jack Dorsey, CEO do Twitter, anunciou na última terça-feira (7) a doação de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 5,2 bilhões, para financiar o combate à Covid-19 no mundo através do seu fundo filantrópico Start Small. Em publicação na rede social, o empresário revelou que o valor é equivalente a 28% do seu patrimônio atual.

Com seus aproximadamente R$ 18,7 bilhões, Dorsey está longe da fortuna dos grandes magnatas da tecnologia como Mark Zuckerberg, Bill Gates ou Jeff Bezos. Apesar disso, decidiu fazer a grande doação para seu fundo, que não precisa divulgar para onde seus investimentos são direcionados. Mesmo assim, o empresário afirmou que o valor será rastreado publicamente e divulgou uma planilha que acompanhará os gastos.

Dorsey ainda destacou que, após os esforços contra o novo coronavírus, o Start Small vai mudar seu foco para “saúde e educação das meninas e renda básica universal (UBI)”. O empresário acredita que essas são as melhores soluções de longo prazo para os “problemas existenciais que o mundo enfrenta”, destacando que a UBI exige financiamento para experimentos para testar sua eficácia no mundo real.

Por fim, o empresário explicou por que decidiu fazer a doação. “As necessidades são cada vez mais urgentes, e quero ver o impacto na minha vida. Espero que isso inspire outros a fazer algo semelhante. A vida é muito curta, então vamos fazer tudo o que pudermos hoje para ajudar as pessoas agora”.

Via: The Verge