EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Uma equipe de pesquisadores descobriu quais os tipos de células humanas podem ser mais suscetíveis à infecção pelo novo coronavírus.

No início de 2020, cientistas descobriram que o Sars-Cov-2 (Covid-19) explora as mesmas proteínas que o vírus causador da epidemia de Sars (início dos anos 2000): a enzima conversora angiotensina 2 (ACE2), que ajuda o vírus a se ligar às células, e a serina protease tipo II (TMPRSS2).

publicidade

A descoberta ajuda a identificar como alvos principais do novo coronavírus as células respiratórias e do tecido intestinal.

Reprodução

Em um esforço envolvendo grandes instituições e dezenas de cientistas, a equipe compilou uma enorme quantidade de informações sobre células humanas, de outros primatas e também de camundongos. A análise revelou que apenas uma pequena minoria das células dessas regiões possuem genes que expressam ACE2 e TMPRSS2. Os três tipos principais identificados foram as células pulmonares pneumócitos tipo II, células intestinais enterócitos e as células caliciformes, na passagem nasal.

“Esta pode não ser a história completa, mas definitivamente mostra uma imagem mais precisa do que onde estávamos antes”, explicou o imunologista Jose Ordovas-Montanes. O próximo passo, agora, é descobrir se as proteínas precisam estar necessariamente na mesma célula. Essas respostas também podem ajudar na procura por possíveis medicamentos efetivos no combate à Covid-19.

publicidade

Via: Science Alert