Elon Musk, CEO da Tesla, é uma figura polêmica, principalmente nas opiniões compartilhadas em redes sociais. Em relação à quarentena, não poderia ser diferente. No Twitter, o empresário postou uma série de declarações contra o “lockdown” – período de bloqueio total da circulação de pessoas. Em uma das postagens, é possível ver a frase “Liberte a América agora”, em referência ao isolamento.

publicidade

De acordo com a agência de notícias Bloomberg, funcionários das áreas de estamparia e pintura da fábrica da Tesla, em Fremont, na Califórnia, receberam e-mails pedindo que retornassem às atividades já nesta quarta-feira (29).

Segundo o comunicado enviado pelos supervisores dessas áreas, a ideia é retornar à produção dos carros da empresa na próxima segunda-feira (4), período previsto para término da quarentena decretada pelo governo local.

Havia dúvidas sobre a posição de Musk sobre os períodos de isolamento. As postagens do empresário, no entanto, parecem deixar claro que seu plano é o de religar a fábrica o mais rapidamente possível.

Entretanto, as ideias do CEO devem ser frustradas pelas autoridades sanitárias do condado de Alameda, onde está a fábrica da Tesla. Na última segunda-feira (27), foi anunciado que o governo pretende estender a quarentena até o fim de maio – o que acabaria com os planos precipitados de Musk.

Autoridades locais decretaram o fechamento dos negócios não essenciais em 16 de março. A Tesla desafiou as proibições e manteve a fábrica a todo vapor por quase uma semana após o decreto, alegando que se tratava de um serviço essencial.