EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Confirmando os rumores deste fim de semana, a Intel anunciou nesta segunda-feira (4) a compra da Moovit, criadora do aplicativo de mesmo nome que monitora o transporte público de diversas cidades. A aquisição custou à fabricante de processadores cerca de US$ 900 milhões (R$ 5 bilhões, em conversão direta).

Em comunicado, a Intel afirma que a compra complementa sua unidade Mobileye, adquirida em 2017 por US$ 15,3 bilhões. O negócio também marca a entrada da Intel de vez no mercado de mobilidade como serviço (MaaS), aproximando a empresa de seu plano em prover serviços de robôtaxi. 

publicidade

“O objetivo da Intel é criar tecnologia de mudança mundial que enriquece a vida de todas as pessoas na Terra, e nossa equipe Mobileye cumpre esse objetivo todos os dias”, disse Bob Swan, CEO da Intel. Ainda segundo ele, “o Moovit acelera sua capacidade de revolucionar verdadeiramente o transporte – reduzindo o congestionamento e salvando vidas – como um provedor de mobilidade completo”.

Reprodução

Com aquisição, fabricante de processadores e chipsets entra de vez no mercado de mobilidade como serviço. Foto: Reprodução

Aplicativo Moovit

O aplicativo Moovit, disponível para iOS e Android, pode ser usado para planejar viagens em transportes públicos em mais de três mil cidades e oferece mapas, horários, orientações ao vivo e alertas para interrupções relatadas pelos usuários. O aplicativo é usado por mais de 775 milhões de usuários em países como o Brasil, Reino Unido, Índia e Cingapura.

publicidade

O Moovit já levantou US$ 131,5 milhões em cinco rodadas de financiamento. A última ocorreu em fevereiro de 2018. Dentre os investidores anteriores estão a BRM Capital, Rainfall Ventures e Gemini Israel Ventures.