EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A China realizou, na manhã desta terça-feira (5), o teste do seu novo foguete pesado carregando um protótipo da espaçonave tripulada que o país planeja levar para a Lua e além. Não havia passageiros na cápsula, mas o sucesso do teste indica que os chineses estão bem próximos do seu objetivo.

O novo foguete, o Long March 5B, é uma variante do seu foguete de transporte pesado, com um comprimento total de cerca de 53,7 metros – tão alto quanto um prédio de 18 andares. O foguete tem um núcleo de cinco metros de diâmetro e quatro propulsores de 3,35 metros que usam oxigênio líquido, hidrogênio líquido e querosene.

publicidade

O Long March 5B é capaz de enviar mais de 22 toneladas de cargas úteis, equivalente ao peso de mais de 10 carros, para órbita baixa da Terra. A cápsula que ele levou é capaz de transportar seis tripulantes (ou 500 kg de carga e uma tripulação de três), tem um comprimento total de 8,8 metros, cinco metros de diâmetro e pesa 21 toneladas.

“Estamos empolgados por testemunhar a decolagem do foguete Long March 5B, 50 anos após o lançamento do primeiro satélite chinês Dongfanghong-1. O sucesso da missão é outra grande inovação do desenvolvimento aeroespacial da China”, disse o diretor assistente da agência espacial chinesa, Ji Qiming.

publicidade

A missão testará as principais tecnologias da nova espaçonave, como seu controle de reentrada na atmosfera e proteção contra calor. A cápsula deverá ser usada “na operação da estação espacial chinesa e na futura exploração lunar tripulada”, disse Ji. Alguns experimentos científicos também serão conduzidos na espaçonave, incluindo a impressão 3D de equipamentos.

No segundo semestre o país pretende lançar sua missão Tianwen-1, que enviará o primeiro veículo terrestre para Marte, bem como uma sonda que orbitará o Planeta Vermelho. A expectativa é que a inédita missão Chang’e 5, que tentará ir até a Lua, coletar uma amostra e voltar, seja lançada até o fim do ano.

A China pretende concluir a construção da estação espacial por volta de 2022. Um total de 12 missões foram planejadas. Após o voo inaugural da Long March 5B, o módulo principal da estação espacial, chamado Tianhe, e duas cápsulas experimentais, chamadas Wentian e Mengtian, serão enviadas para o espaço.

Via: The Verge/Xinhuanet