EnglishPortugueseSpanish

O Google acaba de se envolver em mais uma polêmica relacionada ao Partido Comunista Chinês. Frequentemente acusado de atender desejos do partido para censurar conteúdos, a empresa aparentemente cadastrou certas expressões para serem automaticamente excluídas em comentários no YouTube.

Em apenas 15 segundos, expressões como “bandido comunista” e “partido de 50 centavos” escritas no alfabeto tradicional (共匪 e 五毛) são apagadas dos comentários. Quando escritas em outro idioma ou em versão de caracteres Pinyin equivalente, nada acontece.

publicidade

Não está claro o motivo dessa exclusão, mas a velocidade da remoção sugere que elas foram colocadas em filtros de spam ou texto ofensivo. Para deixar a questão ainda mais curiosa, o YouTube está atualmente bloqueado na China, o que daria menos motivos para censuras a comentários contrários ao governo chinês.

Segundo o site The Verge, as reclamações mostram que isso acontece pelo menos desde outubro de 2019. O portal entrou em contato com o Google, mas não obteve resposta.

Via: The Verge