EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A equipe do Solar Dynamics Observatory (SDO), satélite da Nasa que há 10 anos observa o Sol, compilou milhões de imagens em um vídeo que mostra uma década na vida de nossa estrela em pouco mais de uma hora.

Ao todo foram usadas 425 milhões de imagens em alta-definição do Sol, capturadas uma a cada 0,75 segundos entre 2 de junho de 2010 e 1º de junho de 2020. Elas registram luz ultravioleta, em um comprimento de onda de 17,1 nanômetros. Cada segundo do vídeo representa um dia na vida da estrela.

publicidade

Uma versão condensada, com 6 minutos de duração, pode ser vista abaixo:

Durante o vídeo é possivel perceber claramente uma mudança na atividade solar, com períodos de menor atividade onde a superfície parece “calma” (chamados de “mínimo solar”), seguida de períodos muito mais turbulentos (o “máximo solar”). Eles correspondem a um ciclo que dura cerca de 11 anos, e culmina com a inversão dos polos magnéticos do Sol. Atualmente estamos em um mínimo solar, mas há indícios de que a estrela está despertando.

O estudo do Sol pelo SDO é importante por vários fatores. Além de entender o funcionamento do astro que torna possível a vida na Terra, também nos ajuda a compreender as tempestades solares, que sob condições específicas podem ser uma ameaça para toda nossa infraestrutura de telecomunicações.

publicidade

Fonte: Live Science